Instituto do Cérebro abre vaga para bolsista de iniciação científica

O Instituto do Cérebro (ICe), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), oferta três vagas para Iniciação Científica voluntária, para trabalhar no Laboratório de Sono, Sonhos e Memória, chefiado pelo neurocientista Sidarta Ribeiro. O trabalho envolve a coleta e análise de dados de eletroencefalografia (EEG).

A coleta de dados faz parte de uma pesquisa científica que objetiva a utilização de um jogo de computador para entender o funcionamento do cérebro durante o sono e a influência dos sonhos. Durante as coletas serão realizados procedimentos laboratoriais como colocação de eletrodos nos sujeitos de pesquisa, fornecimento de instruções aos sujeitos, monitoramento dos sinais de EEG e lavagem de eletrodos.

Para realizar as atividades de coleta e de análise de dados, os alunos receberão treinamento contínuo, participarão de descobertas científicas e serão co-autores nos artigos que forem publicados a partir destas atividades, caso tenham bom desempenho.

“Buscamos pessoas com motivação para pesquisa, interessados em futuramente ingressar na pós-graduação em neurociências ou em bioinformática. Também é importante ter habilidade com programação em qualquer linguagem, pois será necessária para a análise de dados de EEG. Os demais conhecimentos necessários serão obtidos ao longo do treinamento”, explica Sidarta Ribeiro.

Podem se candidatar alunos da UFRN com formatura prevista para depois de maio de 2019, dos cursos de bacharelado em Ciência e Tecnologia que estejam cursando ou já concluíram a disciplina Linguagem de Programação, código ECT2303 ou equivalentes, e bacharelado em Tecnologia da Informação que estejam cursando ou já concluíram a disciplina Linguagem de Programação I, código IMD0030 ou equivalentes.

Os interessados devem enviar e-mail para eeg@neuro.ufrn.br até 11 de maio com o link para seu currículo Lattes, histórico com índice de eficiência acadêmica e carta de intenção, com uma página descrevendo sua motivação para participar deste trabalho e porque deve ser selecionado. A documentação enviada será avaliada em duas etapas, sendo a segunda concluída com uma entrevista presencial. Mais informações podem ser obtidas no link.

Fonte: Boletim Diário da UFRN – Natal/RN, quarta-feira, 25 de abril de 2018 – nº 77 – Ano XVIII

Notícia cadastrada em 27/04/2018