Sobre o Centro de Tecnologia

Fundada em 15 de dezembro de1957, através do Decreto Lei nº 47.438, a Escola de Engenharia foi federalizada em 1960 constituindo, juntamente com outras faculdades e escolas de nível superior, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

A Reforma Universitária implementada em 1968, marcou a reorganização acadêmica e administrativa da instituição em um processo que extinguiu as faculdades e implementou a estrutura atual, agrupando em Centros Acadêmicos os diversos departamentos, dependendo da natureza dos cursos e afinidade das disciplinas. Nesse contexto, surge em 1973, o Centro de Tecnologia (CT), abrangendo à época os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia Química, além de cursos de formação de tecnólogos em Indústria Têxtil, Administração Rural e Cooperativismo.

Até 1988, o CT contava com seis departamentos, sendo estes, Agropecuária, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Química e Engenharia Mecânica, oferecia oito cursos de graduação e cursos de pós-graduação em Engenharia Química, Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica. Integrado ao Centro foi instalado o Núcleo de Tecnologia Industrial (NTI), unidade suplementar que concentra laboratórios e oficinas.

Posteriormente (1995), acompanhando os avanços da área tecnológica, foram criados os cursos de graduação em Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Engenharia de Materiais e Engenharia Têxtil. No mesmo ano passaram a funcionar os programas de pós-graduação em Engenharia Sanitária, Arquitetura e Engenharia de Produção.

O programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) implantado pelo Governo Federal, a partir de 2008, tornou possível a criação de mais 05 cursos de Engenharia no âmbito do Centro de Tecnologia da UFRN, além de ampliar e qualificar a estrutura física do Centro com a construção do Complexo de Tecnológico de Engenharia (CTEC).

Atualmente o CT está estruturado em 12 departamentos que oferecem 15 cursos de graduação, sendo estes de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental, Engenharia Biomédica, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação e Automação, Engenharia de Comunicações, Engenharia de Materiais, Engenharia do Petróleo, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Química e Engenharia Têxtil. Conta com 14 programas de pós-graduação, contando com 5 doutorados, 12 mestrados acadêmicos e 2 mestrados profissionais, além de diversas bases de pesquisa e projetos de extensão.

O Centro de Tecnologia é constituído por mais de 40.000 m² de área construída, distribuídos em espaços de ensino, administração e mais de 100 laboratórios em diversas áreas do conhecimento tecnológico. O corpo docente congrega mais de 270 professores e o corpo administrativo soma aproximadamente 150 servidores técnicos. Atende cerca de 3.000 alunos em nível de graduação e mais de 1.000 discentes de pós-graduação.